Bom, após muito tempo a Harlequin Brasil nos brinda com esse lançamento.

Muitos já devem ter visto pela web traduções livres dessa obra como: A última mulher honesta. Bom, o original é The Last Honest Woman lançado pela Silhouette Special Edition  em 1988. E republicada em 1995 pela Mira e por outras editoras, sendo que uma das reimpressões, saiu junto com a primeira história e essa compilação de 2002 recebeu o nome de Born O’Hurley, cuja capa está no fim no texto.

Conforme lançarem no Brasil os outros três livros desse quarteto, falarei deles por aqui.

sinopses, capas e as fichas técnicas:

ohurley1Os O’Hurleys – Abigail (The last honest woman)
Nora Roberts
Editora: Harlequin Books
ISBN: 9788576877332
Número de páginas: 308
Encadernação: Brochura
Edição: 2009

Sinopse
Antes de conhecer pessoalmente Abigail O’Hurley Rockwell, viúva do campeão de Fórmula 1 Chuck Rockwell, Dylan Crosby estava certo de que ela não passava de mais
uma golpista coberta de joias e roupas de grife.
Ao passar uma temporada na fazenda de Abby para escrever biografia definitiva de Chuck, Dylan reforça sua crença de que ela sempre fingiu ser uma mulher simples e a mãe dedicada de dois meninos, Ben e Chris, que mal conheceram o pai. Mas por que dissimular o tempo todo? Afinal, o que haveria a esconder? E o pior de tudo: por que Dylan acreditava cada vez mais em tais mentiras?

Eu gostei muito dessa e das outras histórias desse quarteto. Eu li o original. Nessa primeira esse escritor jura de pé junto que a Abigail é uma farsante e que o marido dela era um homem bom, ele acredita que ela era uma exploradora, folgada que vive no luxo, mas ele se apaixona ( e continua resistindo pois acha que ela é uma fraude) e a história é uma graça.

As heroínas são trigêmeas, filhas de Frank e Molly e eles são artistas itinerantes. Depois que elas crescem, param de fazer esses espetáculos com os pais e cada livro conta uma história, no quarto é a história do irmão delas, Trace, que é o mais velho.
Capas

ohurley1_11 ohurley12

Até mais!